A reabilitação no tônus ​​muscular e na mobilidade de indivíduos com paralisia cerebral são possíveis porque o cérebro é capaz de utilizar a neuroplasticidade. Neuroplasticidade se refere à capacidade do sistema nervoso central de fazer mudanças adaptativas e reorganizar seu circuito neural.

Como resultado, as funções afetadas por danos cerebrais, como o tônus ​​muscular, muitas vezes têm o potencial de ser religadas a regiões não afetadas do cérebro e melhoradas.

Leia mais

O tônus ​​muscular baixo ou flácido (hipotonia) é um efeito secundário de um dos tipos de paralisia cerebral que pode tornar um desafio para os indivíduos a execução de uma variedade de movimentos e funções cotidianas. Embora seja muito mais comum que os indivíduos com paralisia cerebral experimentem um tônus ​​muscular alto do que um tônus ​​muscular baixo, também é possível que os indivíduos experimentem uma mistura de ambos. Leia mais

Fisioterapia

A fisioterapia para lesões incompletas da medula espinhal se concentra em melhorar o controle motor de um indivíduo por meio da prática repetitiva de exercícios direcionados. O Fisioterapeuta da ProSense avaliará as Leia mais

Como as lesões incompletas da medula espinhal resultam em danos parciais, algumas vias neurais no nível da lesão foram poupadas e permanecem intactas. Como resultado, a comunicação entre o cérebro e algumas áreas abaixo do nível da lesão é possível. Na ProSense nós potencializamos ainda mais essa comunicação e promovemos a função máxima. Mas não deixamos de lado a tentativa de reativar novas conexões.

Essas vias neurais poupadas desempenham um papel crítico na determinação da perspectiva de recuperação porque são capazes de utilizar a neuroplasticidade, mencionado anteriormente como reativar novas conexões. Neuroplasticidade se refere à capacidade do sistema nervoso central de fazer mudanças adaptativas com base nos comportamentos que praticamos repetidamente.

Quanto mais você pratica um movimento afetado pela LM, melhor a medula espinhal fica em perceber a demanda por essa função. Essa estimulação repetitiva estimula as vias neurais poupadas na medula espinhal para fazer mudanças adaptativas e religar as funções afetadas pela lesão em regiões saudáveis ​​e não afetadas. Além disso, ainda utilizamos recursos como e neuromodulação transmedular que potencializa as funções medulares, a esteira com suspensão de peso para aumentar o input sensorial e muito mais. A clínica ProSense sempre investe em tecnologias para promover o melhor tratamento possível.

Geralmente, quanto mais branda a lesão da medula espinhal, maior o potencial de recuperação. No entanto, desde que a lesão da medula espinhal seja incompleta, há potencial para recuperação funcional. Ao participar de terapias de reabilitação com os fisioterapeutas e terapeutas ocupacionais da ProSense, os indivíduos podem receber o tratamento direcionado de que precisam para desenvolver o controle motor, enfrentar e melhorar sua independência.

Falando em tratamento:

O tratamento da lesão medular incompleta difere para cada indivíduo porque cada LM e seu processo de recuperação são únicos. Trabalhar com uma equipe de especialistas em reabilitação ajudará os indivíduos a identificar suas fraquezas específicas e desenvolvê-las.

Venha reabilitar com a ProSense, clique aqui e agende uma avaliação. Aqui somos capacitados, temos os recursos e estamos à sua disposição!

Dependendo do nível e da gravidade de uma lesão medular incompleta, os indivíduos podem experimentar uma ampla gama de efeitos secundários. Geralmente, quanto maior a gravidade da lesão medular, maior o risco de desenvolver complicações secundárias. Mas saiba que fisioterapeutas e terapeutas ocupacionais sabem muito bem lidar com esses efeitos e ajudar você ou seu parente a melhorar sua qualidade de vida.

Os efeitos secundários de lesões incompletas da medula espinhal incluem: Leia mais

A lesão incompleta da medula espinhal ocorre quando parte das vias que passam pela medula espinhal não são acometidas em uma lesão. Na clínica ProSense já atendemos diversos pacientes com lesão incompleta na medula espinhal. A extensão da perda sensorial e motora experimentada após uma lesão incompleta da medula espinhal depende principalmente da localização do dano. Na verdade, existem 4 tipos principais de lesões incompletas da medula espinhal que resultam em diferentes formas de perda sensóriomotra.

  1. Síndrome anterior da medula

Leia mais

Uma lesão incompleta da medula espinhal pode resultar em uma ampla gama de deficiências sensoriais e / ou motoras. Dependendo da gravidade da lesão da medula espinhal de um indivíduo, as funções afetadas e os resultados de recuperação podem variar. Mas vale ressaltar que uma boa clínica com bons recursos pode aumentar as chances de resultado. Felizmente, muitas vezes há potencial para os indivíduos com lesões incompletas da medula espinhal recuperarem as funções afetadas pela lesão. Leia mais

A paralisia cerebral é um termo genérico para descrever os danos neurológicos que acontecem antes do nascimento ou nos primeiros anos de vida. Há uma enorme variedade de maneiras pelas quais as pessoas são afetadas. A gama de dificuldades com que vivem as pessoas com paralisia cerebral depende de muitos fatores diferentes e inter-relacionados. A localização e a extensão de qualquer dano são extremamente influentes.

As experiências de movimento na infância e na adolescência moldarão a forma como as pessoas se movem e se equilibram. Isso é verdade para todos, não apenas para as pessoas com paralisia cerebral. O controle do movimento pode ser um desafio para pessoas com paralisia cerebral e muitas vezes há dificuldade em gerar a força adequada em certos músculos. Por exemplo, pessoas com diplegia, que afeta principalmente as pernas, geralmente apresentam rigidez e fraqueza, de modo que uma dependência excessiva dos braços para suporte e mobilidade se desenvolve para compensar.

A fraqueza nas pernas também pode estar associada ao uso exagerado dos músculos da parte inferior das costas para produzir estabilidade no corpo. Com o tempo, isso pode levar a dores nas costas! Frequentemente, vemos pessoas com desconforto ou dor nas costas devido a problemas de controle das pernas.

Compreender os problemas específicos de cada indivíduo é um ponto importante para começar. A melhor maneira de lidar com o problema é abordando a causa e tornando o corpo o mais estável e forte possível. A paralisia cerebral é frequentemente uma condição complexa. Trabalhar com profissionais que tenham conhecimento e experiência apropriados para identificar causa e efeito é vital para alcançar e enfrentar os desafios da doença de forma eficaz.

Paralisia cerebral e fisioterapia neurofuncional especializada

Tratamos vários pacientes com paralisia cerebral. Oferecemos suporte, aconselhamento e criamos programas de tratamento de fisioterapia neurofuncional sob medida para minimizar os padrões anormais de movimento para realinhar e ativar os músculos apropriados.

Entre em contato por aqui para agendar uma avaliação e descubra como podemos ajudar você, um familiar ou amigo.

Os primeiros dias após o AVC são geralmente muito cansativos e as pessoas que já sofreram AVC e estão hospitalizadas podem ter dificuldade para dormir bem. Pegar o travesseiro de sua mãe ou pai em casa pode ajudá-los a se sentirem confortáveis.

Depois de ter um AVC, as pessoas podem ter dificuldade para engolir. Um fonoaudiólogo avaliará a capacidade de engolir e aconselhará sobre o manejo. Os fisioterapeutas no hospital avaliarão o movimento, a sensação e o

Leia mais

Como recuperar após cirurgia de Tumor de Cabeça e Pescoço

 

Como recuperar após cirurgia de Tumor de Cabeça e Pescoço

  1. Quais são as sequelas de um tumor cerebral?

Um tumor cerebral é uma massa ou crescimento de células anormais no cérebro. Os sinais e sintomas de um tumor cerebral variam muito e dependem do tamanho, localização e taxa de crescimento do tumor cerebral. O mesmo para as sequelas geradas por essa lesão.  

Por exemplo, se um tumor acometer a área motora do cérebro, as sequelas serão provavelmente motoras. Mas vale ressaltar que como o crânio é uma “caixa fechada”, qualquer aumento de volume em seu interior poderá levar a sintomas e outras áreas que não sejam necessariamente a da lesão. É muito comum sintomas cognitivos e atencionais.  

Leia mais