A terapia ocupacional é essencial para suprir as demandas que surgem quando a criança encontra dificuldades nas tarefas do cotidiano e apresenta alterações cognitivas, psicomotoras afetivas e sociais.

Os profissionais que atuam na T.O promovem e previnem por meio do tratamento e reabilitação decorrentes ou não de alguma lesão ou deficiência neurológica.

Uma família atenta e observadora ao perceber que a sua criança apresenta dificuldades para brincar se vestir, comer e interagir socialmente ao identificar alguma complexidade em tarefas diárias como segurar um objeto, ao engatinhar, ou quando está na fase escolar e não consegue segurar um lápis e surge um alerta de que será que seu filho precisará do apoio e orientação de um terapeuta ocupacional?

 

Como funciona a terapia ocupacional em crianças?

A terapia ocupacional pediátrica procura melhorar o envolvimento e a interação das crianças na vida social.  

As atividades são especificamente voltadas para promover esse processo de reeducação e estimular o desenvolvimento de habilidades perdidas ao mesmo tempo em que acomodam deficiências físicas, cognitivas ou afetivas específicas. Princípios de reabilitação motora, sensorial, cognitiva e afetiva são incorporados em atividades específicas de tarefas eficazes e os ambientes são adaptados para criar as condições ideais para uma reabilitação bem-sucedida. A reabilitação baseia-se no conceito de plasticidade cerebral, o que implica que é possível modular ou facilitar a reorganização cerebral por estímulos externos.

Quando esse processo é voltado para as crianças o lúdico é bem utilizado a atuação da terapia ocupacional pode ser iniciada nos primeiros meses de vida e se dará ao longo do desenvolvimento de seu filho buscando integrar as atividades motoras às sensoriais e cognitivas (visão, audição, tato e olfato).

A estimulação precoce é realizada através do brincar e para a criança é muito importante saber brincar ao desenvolver essa capacidade poderá experimentar e conhecer o mundo.

Durante o processo de desenvolvimento buscamos promover a independência da criança. Desde a execução de tarefas até as atividades de autocuidado: alimentar-se, trocar de roupa e tomar banho de maneira independente).

Com base nos mais modernos conceitos em reabilitação e com uma equipe multidisciplinar altamente qualificada, a ProSense busca maior eficácia no tratamento realizado, considerando a individualidade de cada criança.

Inicie agora o tratamento do seu filho!

 

Na clínica ProSense trabalhamos com desenvolvimento multidisciplinar um ponto importante de se destacar, logo no início, é que as pesquisas mostram que quanto antes se inicia o programa de estimulação melhores são os resultados. Essa estimulação ocorre, inicialmente, através de: Fisioterapia, Terapia Ocupacional e Fonoaudiologia.

Os terapeutas ocupacionais desempenham um papel central na reabilitação como membros de uma equipe multidisciplinar trabalham com a reabilitação neuromotora e cognitiva de pacientes com distúrbios neurológicos como AVE, Paralisia Cerebral, Parkinson, Autismo e de qualquer idade (crianças, adultos, idosos).

 A terapia ocupacional é uma profissão centrada no paciente que usa atividades significativas em todo o espectro dos domínios físicos e mentais para reduzir as limitações por exemplo em casos após um acidente vascular cerebral. Onde a remediação não é possível, os terapeutas ocupacionais implementam estratégias compensatórias para promover a independência.

A reabilitação baseia-se no conceito de plasticidade cerebral, o que implica que é possível modular ou facilitar a reorganização cerebral por estímulos externos.

 

DOI: 10.1586/14737175.7.8.1013

DOI: 10.1111/1440-1630.12573

 

Conheça o que há de melhor em Terapia Ocupacional pediátrica com tratamentos que transformam vidas, agende uma visita e conheça a Prosense.

 

Inicie Agora Mesmo o seu Tratamento – Clique Aqui!