Uma alternativa saudável e natural aos medicamentos tradicionais está se tornando cada vez mais acessível para pessoas que sofrem os efeitos da Doença de Parkinson. Estudos mostram que o CBD, um Canabidiol também conhecido como cannabis rica em CBD, pode aliviar os sintomas debilitantes do Parkinson. O CBD é um composto natural encontrado nas plantas de cannabis sativa, sem nenhum dos efeitos colaterais adversos dos medicamentos prescritos e sem o efeito “alto” do THC na maconha. E embora os medicamentos tradicionais possam se tornar menos eficazes com o tempo, ou parar de funcionar completamente, os usuários de CBD estão saudando os benefícios de longa duração, com muitos desistindo de seus medicamentos para sempre.

 

Leia mais

O que é fisioterapia neurofuncional intensiva?

Fisioterapia neurofuncional é a área da fisioterapia responsável por reabilitar pacientes que passaram por alguma lesão neurológica, como por exemplo, Leia mais

Você sabe a diferença entre eles?

Doença de Parkinson e Parkinsonismo não são sinônimos. Parkinsonismo é um termo genérico que designa uma séria de doenças com causas diferentes e que têm em comum a presença de sintomas parkinsonianos, ou seja, aqueles sintomas encontrados na doença de Parkinson. A doença de Parkinson é uma das muitas formas de parkinsonismo e também a mais frequente. Corresponde a cerca de 75% de todas as formas de parkinsonismo.

A doença de Parkinson foi descrita por James Parkinson, em 1817, com o nome de paralisia agitante (shaking palsy). É um distúrbio do cérebro caracterizado como uma doença que destrói neurônios específicos responsáveis por liberar uma substância importante no encéfalo, chamada Dopamina.

Leia mais