Desvendando a bexiga neurogênica: causas e impactos da Lesão medular e Disfunções Neurológicas

A bexiga neurogênica é uma condição em que a função normal da bexiga é prejudicada devido a uma lesão ou disfunção do sistema nervoso.

As principais causas da bexiga neurogênica

 

Lesão medular: A causa mais comum da bexiga neurogênica é a lesão medular, que pode resultar de acidentes de carro, quedas, lesões esportivas ou traumas. Quando a medula espinhal é danificada, os sinais nervosos entre o cérebro e a bexiga podem ser interrompidos, causando problemas de controle da mesma.

 

Doenças neurológicas: Certas condições neurológicas podem afetar os nervos que controlam a bexiga, levando à bexiga neurogênica. Isso inclui doenças como Esclerose Múltipla, Doença de Parkinson, lesão cerebral traumática, Acidente Vascular Cerebral (AVC), espinha bífida e neuropatias periféricas.

 

Diabetes: A neuropatia diabética é uma complicação do diabetes que afeta os nervos periféricos, incluindo os que estão envolvidos no controle da bexiga. Com o tempo, a neuropatia diabética pode levar ao desenvolvimento de bexiga neurogênica.

 

Infecções do sistema nervoso: Certas infecções, como meningite ou encefalite podem afetar o sistema nervoso e causar danos aos nervos que controlam a bexiga.

 

Tumores ou lesões na região pélvica: Tumores ou lesões na região pélvica podem comprimir ou danificar os nervos que estão envolvidos no controle da bexiga, levando ao desenvolvimento de bexiga neurogênica.

É importante destacar que a bexiga neurogênica pode ter diferentes graus de gravidade, desde problemas leves de controle da bexiga até a perda completa do controle urinário. O tratamento da bexiga neurogênica visa minimizar os sintomas e melhorar a qualidade de vida do paciente e pode incluir medicamentos, terapia comportamental, cateterismo intermitente ou até mesmo cirurgia, dependendo da causa e da gravidade da condição.

Não deixe que a bexiga neurogênica controle sua vida. Obtenha ajuda especializada e recupere o funcionamento de sua bexiga hoje mesmo! Clique para agendar uma consulta.

 

Tratamento de fisioterapia neurofuncional específico para bexiga neurogênica

O tratamento de fisioterapia para a bexiga neurogênica pode ser parte integrante de um plano abrangente de gerenciamento dessa condição. Os objetivos da fisioterapia no tratamento da bexiga neurogênica são melhorar a função da bexiga, restaurar o controle urinário e minimizar os sintomas relacionados. Alguns dos tratamentos de fisioterapia específicos que podem ser utilizados incluem:

 

Retreinamento vesical: o retreinamento vesical envolve a implementação de um programa estruturado para ajudar a restabelecer o controle urinário adequado. Isso pode incluir a definição de horários regulares para esvaziar a bexiga, técnicas de adiamento de micção, aumento gradual dos intervalos de tempo entre as idas ao banheiro e treinamento da musculatura do assoalho pélvico.

 

Exercícios do assoalho pélvico: os exercícios do assoalho pélvico, também conhecidos como exercícios de Kegel, visam fortalecer os músculos do assoalho pélvico, que desempenham um papel importante no controle da bexiga. Esses exercícios podem ajudar a melhorar a função da bexiga, a força muscular e a coordenação.

 

Estimulação elétrica funcional: a estimulação elétrica funcional é uma técnica em que eletrodos são colocados na pele da região pélvica para estimular os músculos do assoalho pélvico e os nervos associados. Essa estimulação pode ajudar a fortalecer os músculos e melhorar a coordenação da bexiga.

 

Biofeedback: o biofeedback é uma técnica que permite ao paciente visualizar e receber feedback sobre a atividade dos músculos do assoalho pélvico e outros músculos envolvidos no controle da bexiga. Isso pode ajudar o paciente a aprender a contrair e relaxar os músculos corretamente, melhorando o controle urinário.

 

Técnicas de esvaziamento da bexiga: dependendo da capacidade de contração e relaxamento da musculatura da bexiga, o fisioterapeuta pode ensinar técnicas específicas para o esvaziamento da bexiga, como o uso de pressão abdominal ou manobras de valsalva, para ajudar a facilitar a micção.

É importante ressaltar que o tratamento de fisioterapia para a bexiga neurogênica deve ser personalizado de acordo com as necessidades individuais de cada paciente. Um fisioterapeuta especializado poderá avaliar o paciente, determinar o plano de tratamento mais adequado e fornecer orientações específicas para alcançar os melhores resultados.

 

Não deixe que a bexiga neurogênica controle sua vida.

Assuma o controle agora com a ajuda de nossos especialistas. Clique aqui para

marcar hoje mesmo a sua consulta.

 

Referências: