O que você vai ler aqui:
1. Parkinson e Parkinsonismo;
2. A doença de Parkinson;
3. ProSense;
4. Dopamina;
5. Parkinsonismo;
6. Sintomas das Doenças Parkinsonianas.

1.Parkinson e Parkinsonismo

Doença de Parkinson e Parkinsonismo não são sinônimos.

Parkinsonismo é um termo genérico que designa uma séria de doenças com causas diferentes e que têm em comum a presença de sintomas parkinsonianos, ou seja, aqueles sintomas encontrados na doença de Parkinson.

A doença de Parkinson é uma das muitas formas de parkinsonismo e também a mais frequente. Corresponde a cerca de 75% de todas as formas de parkinsonismo.

2. A doença de Parkinson

A doença de Parkinson foi descrita por James Parkinson, em 1817, com o nome de paralisia agitante (shaking palsy).
É um distúrbio do cérebro caracterizado como uma doença que destrói neurônios específicos responsáveis por liberar uma substância importante no encéfalo, chamada Dopamina.

3. ProSense

Antes de responder à pergunta do artigo é importante falar sobre a Clínica ProSense. Afinal é uma referência nacional em reabilitação de lesões e problemas neurológicos.

Possui uma equipe multidisciplinar, altamente especializada, e com recursos tecnológicos e instrumental propício para aceleração da sua independência e reabilitação.

Clique aqui para conversar com a ProSense pelo whatsapp ou clique aqui para nos ligar! A ProSense está te esperando!

4. Dopamina

A diminuição de dopamina no cérebro é fator fundamental às manifestações do parkinsonismo.

Isso só ocorre, porém, quando a destruição dos neurônios responsáveis por produzir e liberar a substância, ultrapassa 80%.
Dessa forma, os sintomas da doença costumam se manifestar somente depois dos 50-60 anos, quando pouco mais de ¾ dos neurônios já foram destruídos.

5. Parkinsonismo

O parkinsonismo pode ocorrer como efeito colateral de certas drogas com capacidade de alterar a ação da dopamina no cérebro. Como exemplo, temos os antipsicóticos (fenotiazinas, butirofenonas) que bloqueiam a atividade da dopamina e causam sintomas no sistema de movimentos semelhantes aos da doença de Parkinson.

Outras alterações também podem levar ao aparecimento de sintomas semelhantes, como acidentes vasculares cerebrais (AVC), envenenamento por metais, asfixia por monóxido de carbono, além de outras doenças degenerativas que causem distúrbios dos movimentos e deficiências intelectuais.

6. Sintomas das Doenças Parkinsonianas

Os principais sintomas das doenças Parkinsonianas são:
• Tremor, característicos durante os momentos de repouso e pouco frequentes durante os movimentos voluntários;
• Dificuldade nos movimentos, que aparece na forma de lentidão e pobreza de movimentação com dificuldade especial em iniciá-los;
• Rigidez muscular, onde o músculo acaba desenvolvendo um padrão de contração elevado constante, perceptível principalmente nas pernas e nos ombros.

Clique aqui para conversar com a ProSense pelo whatsapp ou clique aqui para nos ligar! A ProSense está te esperando!

REFERÊNCIAS:

http://vivabemcomparkinson.com.br/noticias/parkinson-alzheimer-semelhancas-e-diferencas/

http://www.blogfisiobrasil.com.br/2014/08/entenda-diferenca-entre-parkinson-e.html