plataforma vibratória

Quais são os tipos de lesão incompleta da medula espinhal?

A lesão incompleta da medula espinhal ocorre quando parte das vias que passam pela medula espinhal não são acometidas em uma lesão. Na clínica ProSense já atendemos diversos pacientes com lesão incompleta na medula espinhal. A extensão da perda sensorial e motora experimentada após uma lesão incompleta da medula espinhal depende principalmente da localização do dano. Na verdade, existem 4 tipos principais de lesões incompletas da medula espinhal que resultam em diferentes formas de perda sensóriomotra.

  1. Síndrome anterior da medula

A síndrome anterior da medula ocorre quando os dois terços anteriores da medula espinhal são danificados. Frequentemente, resulta na perda da função motora abaixo do nível de lesão.

Este tipo de lesão medular incompleta é frequentemente causado por danos à artéria espinhal anterior, que bloqueia o fluxo sanguíneo naquele nível de lesão. Também pode ocorrer quando a coluna vertebral é deslocada para a frente.

As funções sensoriais que transmitem informações sobre dor e temperatura são comumente afetadas devido a danos nos tratos espinotalâmicos (conjunto de nervos existentes na medula espinhal).

  1. Síndrome central da medula

A síndrome central da medula é o tipo mais comum de lesão medular incompleta, constituindo cerca de  15-25%  de todas as LM incompletas. Ocorre quando há dano na região média da medula espinhal devido à hiperextensão do pescoço. Uma causa prevalente da síndrome central é a severa chicotada causada por acidentes de carro, especialmente quando o impacto do acidente faz com que o pescoço seja projetado para a frente.

A síndrome central da medula é caracterizada por mais fraqueza nos braços do que nas pernas. Isso ocorre porque os nervos que controlam os movimentos do braço estão localizados mais centralmente do que os nervos que controlam as pernas, que se encontram mais próximos dos lados.

Nossa equipe é especialista para reabilitar indivíduos com esse tipo de lesão, entre em contato pelo whatsapp (clique aqui) ou pelo telefone (clique aqui)

  1. Síndrome posterior da medula

Embora rara, a síndrome posterior da medula ocorre quando há danos na parte posterior da medula espinhal. Isso causa uma perda de propriocepção (sua sensação de onde seu corpo está e como ele se move) e perda da capacidade de sentir o toque profundo abaixo do nível da lesão.

No entanto, a força, bem como a capacidade de processar a dor, a temperatura e as sensações de toque leve, geralmente não são afetadas.

  1. Síndrome de Brown-Séquard

A síndrome de Brown-Séquard é um tipo raro de lesão medular incompleta que ocorre após 2 a 4% de todas as LM incompletas. Ocorre quando um lado (esquerdo ou direito) da medula espinhal é danificado.

Indivíduos com este tipo de lesão medular incompleta geralmente experimentam perda de movimento no mesmo lado da lesão, bem como diminuição da propriocepção e sensação de vibração. Como os tratos espinotalâmicos se cruzam no meio da medula espinhal, a dor e a temperatura no lado oposto da lesão costumam ser afetadas.

Esses são os 4 tipos principais de lesão na medula espinhal. Na clínica ProSense somos especializados para a reabilitação de todos os pacientes com lesão medular completa ou incompleta e para isso utilizamos de uma clínica com alta tecnologia equipamentos testados para a reabilitação médica e também a estimulação transcraniana nestes casos. entre em contato pelo WhatsApp ou pelo telefone clicando aqui.

Quais são os tipos de lesão incompleta da medula espinhal?

Agende a sua avaliação.