O quadro de AVC pode desencadear uma série de comprometimentos como alteração cognitiva, dificuldade de comunicação e alterações no processo de deglutição. Essas inabilidades podem levar você ao isolamento social e causar resultados graves como a desidratação, desnutrição e infecções pulmonares. O fonoaudiólogo atua, juntamente com uma equipe multidisciplinar, na avaliação e na reabilitação das funções comprometidas, proporcionando uma melhor qualidade de vida a você e à aqueles que ama.

 


PRINCIPAIS ALTERAÇÕES TRABALHADAS PELO FONOAUDIÓLOGO

Disfagia: A capacidade de deglutir os alimentos ou até mesmo a saliva pode ficar alterada após um AVC. Alterações de força e mobilidade dos lábios, da língua e das bochechas podem afetar a passagem do alimento da boca até o
estômago. Os principais sinais que podem surgir são a dificuldade para mastigar os alimentos e mantê-lo na boca, dificuldade para iniciar a deglutição, sensação de alimento parado na garganta, tosse/engasgos e pneumonias de repetição.

Afasia: É uma alteração de linguagem adquirida como resultado de lesão cerebral no hemisfério dominante para a linguagem. Pode ocasionar a perda completa ou parcial da condição de expressar-se através da fala, da escrita ou
de gestos, interferindo até na capacidade de compreensão oral e escrita. É o transtorno de comunicação mais prevalente no AVC, podendo afetar todas as modalidades de comunicação. Geralmente impõem limitações significativas no dia a dia do paciente.

Apraxia: É considerada como um distúrbio de comunicação em que ocorre uma incapacitação na programação dos movimentos musculares, para a execução da produção e sequência dos fonemas da língua, dificultando a produção correta das palavras. É frequentemente associada à afasia.

 

Disartria: Uma pessoa com disartria pode apresentar problemas para articular e pronunciar as palavras, alterações vocais, de ressonância, respiração e prosódia em função de alterações do controle muscular envolvidos na produção
da fala. Essa alteração pode proporcionar dificuldades na comunicação e levar o indivíduo ao isolamento social.

 

TRATAMENTOS

Após uma avaliação o seu fonoaudiólogo irá criar um programa de atividades, treinos e procedimentos para reabilitar a coordenação da musculatura orofacial, da respiração e da deglutição, dentro de suas possibilidades. Ele também irá indicar a consistência alimentar mais segura para você e além de todos os aspectos individualizados do seu quadro, para o seu progresso continuo.

Agende sua avaliação conosco, a ProSense possui uma equipe de excelência pronta para te auxiliar na conquista da sua independência.

 

 

Referência Bibliográfica:
JACQUES, Aline; CARDOSO, Maria Cristina de Almeida Freitas. Acidente vascular cerebral e sequelas fonoaudiológicas: atuação em área hospitalar. Rev Neurocienc 2011;19(2):229-236