AVC de tronco cerebral

O Acidente Vascular Cerebral (AVC) acontece quando vasos que levam sangue ao cérebro entopem ou se rompem, provocando a paralisia da área cerebral que ficou sem circulação sanguínea. Por isso, quanto mais rápido for o diagnóstico e o tratamento do AVC, maiores serão as chances de recuperação.

Um infarto do tronco cerebral é um tipo de acidente vascular cerebral (AVC), no qual o fornecimento de sangue para o cérebro é interrompido afetando o tronco cerebral, a parte do cérebro acima da medula espinhal que regula a respiração, pressão arterial e frequência cardíaca.

Já o Acidente vascular cerebral isquêmico é causado pela obstrução ou redução brusca do fluxo sanguíneo em uma artéria do cérebro, o que causa a falta de circulação vascular na região. Este tipo de AVC é responsável por 85% dos casos de acidente vascular cerebral.

SOLICITE UMA AVALIAÇÃO COM A GENTE!

Tratamento fisioterapêutico Intensivo

A pessoa com alteração funcional secundária ao AVC deve ser atendida em uma unidade especializada de Reabilitação Intensiva, por uma equipe multiprofissional, com atuação interdisciplinar. Especialidades que integram esta equipe, são: Fisioterapeuta, Fonoaudiólogo e Terapeuta ocupacional.

A fisioterapia pode ajudar em todo o processo de reabilitação física dos pacientes após um AVC. É por meio dessa área que será possível realizar a avaliação de força e resistência muscular do paciente, além da amplitude dos seus movimentos e, além disso, serão avaliadas as alterações na marcha e as sequelas sensoriais causadas pela doença.

Cada paciente apresenta um objetivo específico e, após avaliação criteriosa, inicia-se o trabalho de fisioterapia neurológica intensiva, traçando metas e objetivos que deverão ser alcançados a curto, médio e longo prazo. Somente depois desta análise profunda é possível traçar um plano de reabilitação personalizado para as necessidades do paciente, com o objetivo de buscar a recuperação do controle motor, a estimulação sensorial, a funcionalidade e a prevenção de outras complicações que possam surgir.

Tudo isso para que o paciente consiga retomar a sua autonomia funcional, com a prática de exercícios, atividades e estímulos direcionados.

VAMOS CONVERSAR ATRAVÉS DO WHATSAPP (31) 9 9353-0205.

A ProSense disponibiliza e investe em inovações para realizar os tratamentos para que o paciente consiga retomar a sua autonomia funcional, com a prática de exercícios, atividades e estímulos direcionados. Hoje têm à disposição para trabalho, as seguintes tecnologias:

O Walkaide que é usado para melhorar a habilidade de andar, através da estimulação do levantamento do pé no tempo certo, durante o ciclo da marcha. O pé caído ocorre quando uma pessoa é incapaz de levantar o pé ativamente, o que resulta no pé batendo no chão ou os dedos arrastando durante a caminhada.

Estimulação Magnética e Elétrica Trascraniana, que pode ser aplicada com técnicas de estimulação, sendo que ambas são técnicas não invasivas que, quando são agregadas à reabilitação neurofuncional (Fisioterapia, Fonoaudiologia e Terapia Ocupacional), potencializa e acelera a recuperação, a melhora na qualidade de vida e possibilita a independência do paciente.

A Reabilitação Virtual (NIRVANA), que é um sistema de reabilitação virtual que permite a imersão total num ambiente de trabalho realista, sem a ajuda de dispositivos externos que limitem ou alterem a liberdade de interação. Durante o uso do Nirvana, o paciente é livre de se mover naturalmente e interage diretamente com o ambiente virtual graças ao seu movimento.

A estimulação elétrica dos nervos periféricos ou neuromodulação periférica é uma técnica não invasiva capaz de estimular a passagem de informações nervosas em uma determinada região corporal.

Esses são alguns dos tratamentos indicados para o AVC, mas depende muito de cada caso. Por esse motivo, salientamos que é necessário passar por uma avaliação para que seja iniciado o tratamento, de forma correta.

Terapia Ocupacional na reabilitação

A independência do paciente pode ser prejudicada, gerando um sentimento de frustração para o paciente e sua família. Suas habilidades em seguir uma rotina diária, desempenhar papéis sociais e tarefas de automanutenção e lazer são fundamentais para sua satisfação pessoal, por isso é indicado o TO para tratar essas causas.

O Terapeuta Ocupacional visa restaurar o desempenho das atividades ocupacionais significativas, desde atividades básicas de vida diária (cuidado pessoal, banho, vestuário, alimentação), atividades Instrumentais de vida diária (afazeres domésticos, uso de computador, gerenciamento financeiro, uso de telefone) até trabalho, lazer, participação na comunidade, entre outras. Ele otimiza as habilidades e capacidades do cliente, estimulando o máximo de independência e autonomia nas atividades cotidianas, bem como resgatando o papel do indivíduo dentro da sociedade.

Como a Fonoaudiologia pode ajudar?

Existe uma relação direta entre nutrição, saúde, bem-estar físico e mental do indivíduo. As pesquisas comprovam que uma boa alimentação tem um papel fundamental na prevenção e no tratamento de doenças e é uma condição essencial para a sustentação da vida. Alterações que dificultam a alimentação precisam ser tratadas o mais rápido possível e o fonoaudiólogo é o profissional capacitado para o diagnóstico e tratamento das disfagias.

Na Prosense, a reabilitação da deglutição será realizada por meio de um atendimento especializado e personalizado que analisará a necessidade de adaptações na dieta, introduzir exercícios musculares ou treinar manobras para que a dinâmica da deglutição seja restabelecida ou adaptada. O paciente e a família também receberão orientações sobre como realizarem a alimentação de forma segura, eficaz e correta evitando que o indivíduo com alterações de deglutição desenvolva pneumonia aspirativa em decorrência do escape de alimentos e saliva para pulmão.

O profissional da fonoaudiologia pode ajudar, propondo tratamentos por meio de exercícios e terapias para que o paciente consiga ter qualidade de vida, uma comunicação compreensível e eficaz auxiliando no processo de restituição das capacidades comunicativas e melhorando a interação social dos indivíduos.

Na clínica também é usado um recurso terapêutico, o laserterapia que tem sido cada vez mais usado por profissionais da área da saúde, pois se trata de um procedimento não invasivo que auxilia nos processos de analgesia, inflamação, reparação tecidual e performance muscular. Obtendo resultados positivos quando associado aos exercícios motores orofaciais no tratamento das disfunções temporomandibulares (DTM), paralisia facial, dificuldades de deglutição, alterações vocais e na fraqueza de lábios, língua e bochechas.

DOI: 10.1016/j.ccell.2009.08.001

DOI: 10.1067/mem.2001.111573

DOI: 10.1097/01.NPR.0000305977.24952.1c

Agende uma avaliação aqui na ProSense através do nosso whatsApp (31) 9 9353-0205.

Depoimento – Recuperação pós-AVC de tronco e cerebelo. ASSISTA!